SOBRE O EVENTO

A partir de 2013, além das Reuniões Anuais da ABAVE, a Associação incorporou às suas atividades oficiais a organização do CONBRATRI - Congresso Brasileiro de Teoria da Resposta ao Item, originalmente criado e organizado pela comunidade de estatísticos brasileiros interessados no desenvolvimento e na divulgação da TRI em território nacional. Em sua 1ª edição o evento contou com 200 participantes e ao longo dos anos consolidou-se como importante evento da área, atraindo pesquisadores interessados não somente na TRI, mas também na discussão de métodos quantitativos aplicados à avaliação educacional.

Sensível a essa demanda, em sua 6ª Edição, que ocorrerá de 29 a 31 de agosto no Hotel Victory, em Juiz de Fora – MG, o CONBRATRI oficializa a ampliação de seu escopo, passando a se denominar VI CONBRATRI – Congresso Brasileiro de Teoria da Resposta ao Item e Métodos Quantitativos em Avaliação.

Para inaugurar essa nova fase, o tema escolhido para a edição de 2018 é Métodos para Detecção de Fraudes em Testes.

Testes avaliativos são amplamente aplicados na área educacional e em processos de seleção e de certificação. Seus resultados são utilizados para diversos fins: selecionar profissionais para cargos públicos e estudantes para universidades, avaliar as instituições de ensino, conceder bolsas de estudo ou empréstimo estudantil e graus de certificação, dentre outros. Assim, esse tipo de teste com alto impacto social atrai fraudadores que buscam alterar os resultados por diversos meios para beneficiar indevidamente grupos específicos. Diante disso, pesquisas envolvendo técnicas estatísticas estão sendo amplamente realizadas para detectar possíveis fraudes em testes. O objetivo do VI CONBRATRI é discutir as possibilidades e limites dessas técnicas estatísticas, visando ao aprimoramento dos processos de avaliação, seleção e certificação, garantindo sua excelência, validade e fidedignidade.

Além das conferências e minicursos relativos à temática do Congresso, o VI CONBRATRI contará, em sua programação, com comunicações orais e sessão de pôsteres sobre métodos quantitativos em avaliação, possibilitando a divulgação da produção científica e o intercâmbio de experiências e informações entre pesquisadores, docentes e estudantes de diferentes áreas do conhecimento.

PROGRAMAÇÃO

29 DE AGOSTO 30 DE AGOSTO 31 DE AGOSTO
07h00 às 09h00
Credenciamento
07h00 às 09h00
Credenciamento
09h00 às 10h00
Conferência 4 – Ernesto San Martin
09h00 às 10h30
Minicurso1: James Wollack
09h00 às 10h30
Conferência de Abertura – James Wollack
10h00 às 11h00
Conferência 5 – Heliton Ribeiro Tavares
10h30 às 11h00
Coffee Break
10h30 às 11h00
Coffee break
11h00 às 11h30
Coffee break
11h00 às 12h30
Minicurso1: James Wollack
11h00 às 12h20
Comunicação Oral 1 (4 trabalhos)
11h30 às 12h30
Conferência de encerramento – Flávio Cunha
12h30 às 14h00
ALMOÇO
12h20 às 14h00
ALMOÇO / Reunião de diretoria
12h30 às 13h30
Assembleia e encerramento do evento
14h00 às 15h30
Minicurso1: James Wollack
Minicurso 2: José Francisco Soares
14h00 às 15h00
Conferência 2 – Ernesto San Martin
 
15h30 às 16h00
Coffee Break
15h00 às 16h00
Conferência 3 – Jacob Arie Laros
 
16h00 às 17h30
Minicurso1: James Wollack
Minicurso 2: José Francisco Soares
16h00 às 16h30
Coffee Break
 
17h30 às 18h00
Abertura do Evento
16h30 às 18h30
Comunicação Oral 2 (6 trabalhos)
 
18h00 às 18h30
Posse da Diretoria 2018-2020
20h00 às 22h00
Jantar por adesão
 
18h30 às 20h30
Sessão de Pôsteres
Queijos e vinhos
   

CHAMADA DE TRABALHOS

Congresso Brasileiro de Teoria da Resposta ao Item e Métodos Quantitativos em Avaliação
Métodos para Detecção de Fraudes em Testes

Além de trabalhos relativos à temática do evento, o VI CONBRATRI acolhe propostas de comunicações orais e pôsteres de trabalhos originais, contendo resultados de atividades de pesquisa científica, teórica ou aplicada, em métodos quantitativos empregados na avaliação educacional, para apresentação durante o Congresso. Os autores deverão submeter suas propostas selecionando a categoria: Comunicação Oral ou Pôster, no período de 15 de abril a 15 de maio de 2018.

Na categoria “Comunicação Oral” serão aceitos textos que apresentem pesquisas já finalizadas, que evidenciem elaboração teórica e rigor conceitual e metodológico na análise. Na categoria “Comunicação Pôster” aceitam-se trabalhos que apresentem projetos de pesquisa em andamento ou relatos de experiências acerca de métodos quantitativos em avaliação, de forma mais geral, ou acerca de métodos e estratégias para detecção de possíveis fraudes em testes.

As propostas de comunicação oral e/ou pôsteres deverão ser enviadas na forma de resumo expandido.

Normas gerais

Serão considerados pelo Comitê Científico trabalhos (Comunicações Orais e Pôsteres) com formato consoante às normas de formatação e envio constantes nesta chamada. Pelo menos um dos autores do trabalho deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição no evento. Associados da ABAVE terão desconto na inscrição. O pagamento da inscrição é condição para que o trabalho entre na programação do VI CONBRATRI. Autores que tiverem o trabalho aprovado e não comparecerem ao evento terão seus resumos expandidos publicados nos Anais, mediante autorização prévia, mas não receberão os certificados de apresentação de trabalho e de participação no evento.

Os resumos expandidos dos trabalhos enviados pelos autores de pôsteres e comunicações serão publicados, logo após o evento, nos Anais do Congresso, sendo facultada aos autores a possibilidade de declinar dessa publicação, desde que comunicada à secretaria da ABAVE até 31 de agosto de 2018. O conteúdo dos trabalhos apresentados é de exclusiva responsabilidade dos autores. Normas de formatação e envio do Resumo Expandido

Os interessados na apresentação das comunicações deverão submeter à avaliação resumos expandidos de sua comunicação, com extensão de até 6 páginas formato A4, espaço 1,5, com fonte Times New Roman, tamanho 12, margens superior e esquerda de 3 cm e inferior e direita de 2,0 cm. Os textos devem conter, obrigatoriamente, as seguintes seções: resumo; introdução, metodologia, resultados e discussão, conclusões e referências, observadas as normas da ABNT atual.

O trabalho com o resumo expandido deverá ser enviado em dois arquivos. No primeiro arquivo NENHUMA informação de autoria deverá ser inserida. Em seguida, o autor deverá submeter um segundo arquivo, que deverá conter, além do resumo expandido, as seguintes informações de identificação: Título do trabalho Nome do autor, acompanhado pela sigla da Instituição e e-mail Nome(s) do co/autor(es) – sigla da(s) instituição(es) (quando houver) e e-mail Agência ou Instituição Financiadora (quando houver)

Os arquivos dos resumos expandidos devem estar todos no formato PDF e ser nomeados com o Sobrenome do primeiro autor seguido pelo nome, com underline entre eles, com a indicação de que se trata de uma comunicação “pôster” ou “oral”. Exemplo: Sobrenome_Nome_POSTER.pdf; Sobrenome_Nome_ORAL.pdf. Os arquivos com as informações de identificação devem ser nomeados com o Sobrenome do primeiro autor seguido de underline e da expressão “identificação”, como no exemplo: Sobrenome_identificação.pdf. Caso haja mais de um trabalho do mesmo autor, deverá ser colocado um numeral (1,2,…) ao final de cada arquivo. A Comissão Científica do VI CONBRATRI reserva-se o direito de desconsiderar para o processo de avaliação por pares os trabalhos que não estiverem de acordo com as especificações neste documento.

A diretoria da ABAVE está disponibilizado um modelo do arquivo nos formatos Word e LaTeX identificado e não identificado.
Modelo de arquivo no Word Identificado
Modelo de arquivo no Word Não Identificado
Modelo de arquivo no LaTeX Identificado
Modelo de arquivo no LaTeX Não Identificado

Os dois arquivos devem ser enviados via plataforma EVEN no site http://www.even3.com.br/conbratri. Cabe à Comissão Científica a possibilidade de reclassificar o trabalho submetido na modalidade “oral” para a modalidade “pôster”, a partir de critérios relacionados à natureza da pesquisa desenvolvida, como também por disponibilidade de espaço para alocação das sessões de apresentação oral.

Os seguintes critérios serão considerados na avaliação dos trabalhos:
Relevância do tema para a área de estudo;
Clareza na exposição do objeto de estudo e na argumentação;
Consistência teórico-metodológica;
Pertinência e atualidade da bibliografia.

Datas relevantes:
15 de abril a 15 de maio: Período de submissão de resumos expandidos, nas categorias comunicação “oral” e “pôster”.
16 de maio a 30 de junho: julgamento dos trabalhos pela Comissão Científica.
01 de julho: divulgação do resultado final sobre os trabalhos aprovados.

Por favor, ajudem a divulgar amplamente essa chamada,

A Diretoria

Para maiores informações, por favor, contate a Secretaria da ABAVE
Telefone: (61) 2109-5852; e-mail: abave@abave.org.br

LOCAL

PALESTRANTES

Ernesto San Martin Ernesto San Martín is Full Professor at the Faculty of Mathematics, Pontificia Universidad Católica de Chile and Invited Professor at the Economics School of Louvain, Université catholique de Louvain, Belgium. His research interests focus on the statistical modeling of social phenomena, especially in education. Examples of his research are the following: identifiability in psychometric model construction; school effectiveness and value-added models; credible evaluations of educational public policies; learning spaces and classroom diversity. This research, mainly developed at the Interdisciplinary Laboratory of Social Statistics (LIES), is pursuit through scientific collaborations with psychologists, educational scientists and mathematicians.
Flávio Cunha
Flávio Cunha is a Professor of Economics at Rice University, a Research Associate at the Population Studies Center at the University of Pennsylvania, a Faculty Research Fellow at the National Bureau of Economic Research, and a Research Associate at Rede de Economia Aplicada. He received his MSc in Economics from Fundação Getúlio Vargas in Rio de Janeiro and his PhD in Economics from the University of Chicago. Cunha’s teaching and research fields are labor economics and economics of education. His areas of expertise are labor economics with special emphasis on human capital formation. He was recently awarded the Econometric Society's Frisch Medal for "Estimating the Technology of Cognitive and Noncognitive Skill Formation" a paper published in Econometrica that he wrote with Dr. James Heckman and Dr. Susanne M. Schennach.
Heliton Ribeiro Tavares Heliton Ribeiro Tavares possui graduação em Estatística pela Universidade de São Paulo (1992), mestrado em Estatística pela Universidade de São Paulo (1995), doutorado em Estatística pela Universidade de São Paulo (2001) e Pós-Doutorado na University of Florida (2016). Atualmente é professor da Universidade Federal do Pará. Tem experiência na área de Probabilidade e Estatística, com ênfase em Modelagem e Análise de Dados Educacional, atuando principalmente em Teoria da Resposta ao Item, voltada para Avaliação Educacional, recebe a maior dedicação do pesquisador. Na UFPA foi Diretor do DERCA/CIAC e Diretor de Planejamento. No INEP/MEC foi Coordenador-Geral de Instrumentos e Medidas e Diretor de Avaliação da Educação Básica (2008-2010), Avaliador de Cursos e de Instituição da Educação Superior (2007-2011). Compõe a coordenação do Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (SARESP 2010-2017) e é Consultor para implantação do Sistema Paraense de Avaliação Educacional (SisPAE 2013-2017) junto à Seduc/BID. É Coordenador do Laboratório de Avaliação e Medidas (LAM/UFPA). É membro Titular da Academia Paraense de Ciências.
Jacob Arie Laros Jacob Arie Laros possui PhD em Psicologia desde 1991 pela Rijksuniversiteit Groningen (RUG - University of Groningen, The Netherlands). Pesquisador entre 1991 e 1995 no Instituto de Psicologia da RUG. Atualmente, é professor associado IV no Instituto de Psicologia da UnB. É coordenador do laboratório META (Métodos e Técnicas de Avaliação) e autor de dois testes não-verbais de inteligência: o SON-R 2-8 para crianças de 2 até 8 anos e o SON-R 6-40 para pessoas entre 6 e 40 anos. É coordenador desde 2012 do Grupo de Trabalho (GT) Avaliação Cognitiva e Neuropsicológica da ANPEPP (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia). Atua principalmente nos seguintes temas: Avaliação Cognitiva e Neuropsicológica, Avaliação dos Traços de Personalidade e Avaliação de Programas Educacionais e Sociais. Tem experiência nos seguintes tipos de análises: Modelagem por Equações Estruturais, Análise Multinível, Análise de itens usando TRI, Análise Fatorial Exploratória e Confirmatória e Análise de Regressão Múltipla.
James A. Wollack James A. Wollack is a Professor of Educational Psychology at the University of Wisconsin-Madison, and the Director of Testing & Evaluation Services and the Center for Placement Testing. Wollack's scholarly interests include test security, test construction, and item response theory.  He is a contributor to the 4th edition of Educational Measurement (2006) and is co-editor of the Handbook of Test Security (2013, with J. Fremer) and the Handbook of Quantitative Methods for Detecting Cheating on Tests (2017, with G. Cizek).  He has published numerous journal articles and book chapters, is a frequent presenter at national and international conferences, and regularly offers workshops and seminars on detection of cheating, test security, test administration, and best practices in testing.
José Francisco Soares O professor José Francisco Soares, é professor titular aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Tem doutorado em Estatística pela University of Wisconsin - Madison e pós-doutorado em Educação pela University of Michigan – Ann Arbor. Foi o primeiro presidente eleito da Associação Brasileira de Avaliação Educacional (ABAVE), tendo recebido sua homenagem especial em 2011.  Em 2012 recebeu o prêmio Bünge pelas suas contribuições na área de avaliação educacional. De fevereiro de 2014 a fevereiro de 2016 foi presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC).  Atualmente é membro do Conselho Nacional de Educação, tendo sido um dos relatores da BNCC. É também membro do Conselho Consultivo do INEE – Instituto de Evaluacion Educativa do México. Sua atuação acadêmica está concentrada na área Avaliação de Sistemas, Instituições, Planos e Programas Educacionais, e Políticas Educacionais, com ênfase em medidas de resultados educacionais e cálculo e explicação do efeito das escolas de ensino básico brasileiras e cálculo de desigualdades educacionais.